Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Livros, Arte e cultura, Escrever e pintar.
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 orkut


 
Andreza de Castro: Livros Alice e Clara e Maria


Eu Rio

Meu Rio me alegra, porque não é só de janeiro, é de todos os dias, é do ano inteiro. Meu Rio enche meus dias, enche meu coração de esperanças que me fazem chorar ou chorar de rir. Meu Rio dos becos, das sombras, do Centro, da moça de saia curta, dos lábios vermelhos e da sandália apertada, que chama, que busca, que esfola os pés e a alma; da criança da calçada, sem roupa, queimada de fome, de sol.

Meu Rio do chope e do mar gelado que esquenta o coração, mas refresca a língua quando saboreia conversas picantes nos bares da noite, com cheiro de mar.

Rio de poetas e de guerreiras, que até Maria Quitéria baiana de corpo e alma se encantou e ganhou rua de Ipanema! Rio eterno de Vinícius, de Tom, de Cartola; das gatas e dos gatos que vêm e que ainda passam. Rio dos cachorros de madame e dos bichanos vira-latas amarelos, malhados, tigrados, pretos que nunca são feios e sempre dão sorte; como é bom quando encaram a gente com ar de quem não quer nada, mas sempre querem alguma coisa.

Meu Rio que carrego comigo, quando vou para o inferno, para o paraíso, quando vou até a esquina, ou quando saio do chão e me aventuro em terras distantes. Mesmo assim, ele é minha identidade, meu passaporte que me abre caminhos. Esse é o meu Rio eterno, Rio que sempre há de ser meu Rio.



Escrito por andreza às 04h43
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]